HCV forma nova turma de médicos residentes

A solenidade de formatura de Residentes do Hospital da Cruz Vermelha do Paraná (HCV) foi a coroação de muitas horas de dedicação e aprendizado a que, formandos e professores,  se lançaram em mais esta etapa pela qualificação.

A cerimônia prestigiada por amigos e familiares dos formandos contou com a presença de professores e gestores do Hospital e também do doutor Luiz Ernesto Pujol, presidente do CRM-PR e doutor Sérgio Pitaki, Diretor Cultural da Associação Médica do Paraná.  
O programa de Residência Médica do HCV  é hoje uma das referências no Paraná com reconhecimento em todo Brasil.
Jerônimo Fortunato Junior, presidente da instituição e  coordenador do programa de cirurgia cardiovascular, em sua fala carregada de emoção, parabenizou os formandos, agradeceu a todos e ao se dirigir aos pais enfatizou: "Fiquem tranquilos. Eles serão bons. O dom e a vontade de vencer cada um já trouxe consigo. E nós demos tudo o que podíamos para agregar conhecimento e carinho. Agora é unir o conhecimento, o treinamento, o carinho e se colocar no lugar do paciente, para colher os frutos do sucesso", afirma.
Para o presidente da COREME, Rubens Darwich,  foram dois anos de aprendizados: "Para nós é uma responsabilidade muito grande porque significa que temos que ser cada vez melhores, para ensinar o melhor a eles, para que possam atuar com ética e responsabilidade nesta profissão que amamos. Por isso vale sempre lembrar temos que fazer pelo outro o que gostaríamos que fizéssemos por nos mesmos", conclui. 

Sérigio Pitaki, representando a Associação Médica do Paraná e o Conselho Regional de Medicina, parabenizou os formandos e Hospital da Cruz Vermelha lembrando uma citação antiga de que a arte da medicina não pode ser substituída, mas ela pode incorporar novas tecnologias. "E estes formandos, além de das novas habilidades inimagináveis há algum tempo, carregam no coração, sentimentos de amor. Nós confiamos em vocês", afirmou.