Medicina Hospitalar
O despertar para uma nova visão da prática da medicina nos hospitais
 
O Hospital Universitário Santa Teresinha (HUST), de Joaçaba/SC,  teve seu primeiro contato com a Medicina Hospitalar no Congresso ocorrido em Brasília em Outubro deste ano. 
Na oportunidade a palestra do médico Paulo Paim chamou bastante a atenção por seu conteúdo recheado de exemplos práticos, decorrentes dos quatro anos de implantação do modelo no Hospital da Cruz Vermelha do Paraná (HCV). O tema inspirou a direção do HUST para uma visita técnica ao HCV.
 
"As primeira noções dobre o assunto despertou em nós o interesse em saber mais. Foi o start pra marcarmos esta visita institucional  e conhecer pessoalmente o trabalho que o HCV desenvolve", diz Caetano Raphael Cardoso - Gerente de Qualidade do HUST.
 
Caetano observou que o modelo hospitalista é acima de tudo humanizante pois tem a atenção voltada para a pessoa - tanto paciente quanto seu familiar.  
"Ficamos realmente encantados. Acho que a palavra que define o médico que atende aqui no Cruz Vermelha é o comprometimento. Comprometimento com a causa de se voltar para o paciente.  Somos imensamente gratos e saímos motivados  para tentar chegar pelo menos  próximo do modelo implantado aqui".    
 
A Gerente de Enfermagem Mayara Chiamulera destaca ter observado na apresentação a importância de cada profissional envolvido no processo "É um modelo em que todos os profissionais devem estar envolvidos no cuidado e na atenção ao paciente para que o cuidado seja integralizado. É o que a gente percebe aqui e levamos para nossa cidade um grande exemplo".
 
Rodrigo Bet, Gerente Administrativo - HUST, conta que o primeiro contato com a Medicina Hospitalar, no Congresso em Brasília, abriu muito a mente para uma nova forma de fazer medicina no hospital. "Foi um encontro de ideias porque sempre comentávamos sobre as dificuldades do dia-a-dia nessa parte hospitalar, especialmente com relação a internação". 
 
Rodrigo ressalta a importância da visita no HCV para conhecer de perto a funcionalidade do modelo. "Foi muito importante -  o diferencial que precisávamos para fortalecer os conceitos. A gente sai daqui com a mente  totalmente aberta, gratos pela oportunidade de trocar experiências e com a esperança de adaptar o método para nossa instituição".
 
Alciomar Antônio Marin - Diretor Geral do Hospital Universitário Santa Terezinha (HUST) marcou sua presença na visita levantando uma série de questionamentos que muito enriqueceram a reunião. Segundo ele as primeiras noções sobre a medicina hospitalar gerou grande expectativa em conhecer  na prática este modelo que tem como foco principal o paciente e a humanização, de uma forma diferenciada e especial.
 
"Por tudo que nos foi apresentado não restam dúvidas de que o projeto é realmente espetacular. A  visita alcançou os objetivos em sua plenitude. Mais que isso, despertou o interesse em interagir ainda mais com o HCV ". 
 
Segundo percepção de Alciomar o estágio avançado do modelo no HCV, comprovando que deu certo, é motivo para  buscar esse conhecimento. 
 
"A consistência desse projeto nos dá a certeza de estamos no caminho certo, querendo concentrar esforços para viabilizar projeto semelhante no HUST. Fica ainda mais forte a ideia de uma parceria para que possamos interagir cada vez mais e construir juntos o modelo  de melhor atendimento ao nosso paciente". 
 
Alciomar finaliza "O  sentimento é de gratidão à equipe do Hospital da Cruz Vermelha  pela prontidão e carinho que destinou ao nosso grupo, passando conhecimentos e também motivação".
 
Texto e Fotos: Jornalista Vik Correia - MTB 240.722 
 
 
Paulo Paim (Diretor Clínico HCV), Alciomar Antônio Marin (Diretor Geral HUST), Adriana Paim (Diretora Técnica HCV), Aline Cesário Feitosa (Gerente de Qualidade HCV), Eliane Londre (Diretora Financeira HCV), Mayara Chiamulera (Gerente de Enfermagem  HUST), Rafael  Anciutti Bronislawski (Gerente de Custos HCV), Rodrigo Bet (Gerente Administrativo HUST), Caetano Raphael Cardoso (Gerente de Qualidade HUST)